O Evento

Conheça a história de mais de 32 anos da maior feira de negócios de turismo da América Latina.
O FESTURIS 2021

O Ano da Virada para
o setor do Turismo

Convocamos a indústria do turismo a continuar o processo de reconstrução do setor que iniciamos na edição anterior. O COVID-19 afastou as pessoas, restringiu viagens e fechou fronteiras. Mas com a chegada da vacina, entendemos que é o momento de reconectarmos, reduzirmos a distância e voltarmos às origens que nos consolidaram como feira de negócios turísticos.

O Festuris Gramado nasceu há mais de três décadas com a missão de conectar marcas, destinos e pessoas para contribuir no desenvolvimento do Turismo. Mais do que nunca, este trabalho de reconexão será fundamental para reerguermos no pós-pandemia essa indústria tão importante para a economia mundial.

Em 2021 uma nova era começou... Com toda a segurança da última edição, mas com ainda mais possibilidades para o crescimento dos negócios e fortalecimento das marcas. A feira mais querida do Brasil é também a mais efetiva em resultados. Mas para escrevermos mais este capítulo da reconstrução do nosso Turismo, você e sua marca são peças fundamentais.

Estamos preparando uma edição super especial para o mês de novembro. E além da feira geral, continuamos investindo forte nos espaços segmentados voltados para nichos específicos do turismo. Lançamento de tendências, networking qualificado, conteúdo para capacitação e muito mais você terá no Festuris 2021!

Na edição 2021 o FESTURIS conta com diversas novidades.

Prepare-se, estamos planejando uma edição ainda mais especial!

Os números da Festuris

Uma história de luta e muitas conquistas

O evento é hoje a feira de negócios turísticos, geração de conteúdo, e networking mais respeitada da América Latina.

1989

A primeira edição do FESTURIS

Silvia Zorzanello e Marta Rossi, duas profissionais oriundas da hotelaria de Gramado detectavam que, apesar de a Serra Gaúcha despontar como destino privilegiado pelas belezas naturais, o turismo de negócios também tinha grande potencial de crescimento e gerador de divisas para Gramado. Realizaram um salão de turismo para reunir agentes de viagens e operadoras, estimulando o ainda incipiente mercado turístico gaúcho, fortalecendo o trade e fomentando ações que desviasse para a Serra Gaúcha as atenções do centro do país. Nascia o Festival do Turismo de Gramado, que ocorreu entre de 11 a 15 de outubro. O local escolhido foio pavilhão de esportes junto à Prefeitura de Gramado. Os números da primeira edição foram: 2.500 participantes; 1.200 m2 de área construída; 4 destinos internacionais; 160 marcas expostas.

1993

Expansão Internacional

Na quinta edição, o Festival do Turismo de Gramado já mostrava que crescia em abrangência no Brasil e no Exterior. Fato marcante neste ano foi a realização do 1º Salão do Turismo do Cone Sul, visando a integração com os países vizinhos. Atestando a importância do evento, a presença de órgãos governamentais e entidades de classe já era significativa, assim como a cobertura da imprensa nacional especializada no turismo. Na programação paralela do Festival, o Torneio de Futebol realizado desde a primeira edição começou a se consolidar reunindo os desportistas do trade. Foi uma estratégia criada pelos agentes de viagens do RS para mobilizar profissionais de todo o país para o evento. Na ocasião, os times foram a Seleção Gaúcha contra o Resto do Mundo.

1998

Mais de 5.000 visitantes

A décima edição do Festival marcaria a primeira grande mudança no local da feira de negócios, pois o pavilhão da Prefeitura de Gramado não comportava mais a expansão no número de expositores. O local escolhido foi o recém inaugurado Centro de Feiras de Canela, na entrada da cidade vizinha, com 3.500m2 de área. O número de visitantes já ultrapassava os 5.000 – todos ligados ao trade turístico, confirmando o acerto da decisão dos organizadores, desde o início, em só permitir o acesso aos profissionais da área.

1999

Crescimento em dobro

Novamente a feira de negócios mudaria de local: neste ano, retornaria para Gramado, em um local com 7.500m2 de área construída, duas vezes maior que no ano anterior: o Centro de Eventos ExpoGramado, com estacionamento para mais de 400 veículos. O Congresso, tradicional nas manhãs da sexta e do sábado, neste ano aconteceu nas dependências do Hotel Serra Azul. Estreavam também neste ano, o Salão do Turismo do Rio Grande do Sul e o Salão de Negócios Ugart (União Gaúcha de Representantes Turísticos).

2001

Pensamento futurista

Em um ano que marcaria o mundo, o atentado às Torres Gêmeas de Nova York colocaria a 13ª edição do Festival do Turismo de Gramado “no olho do furacão”. Não se deixando abater pela apreensão que se manifestava em todos os setores, o Festival dava nova demonstração de força ao mudar a Feira de Negócios para o imponente Serra Park Centro de Feiras e Eventos, inicialmente ocupando 9.000m2 dos pavilhões. Com mais de 30 destinos internacionais e 1.100 marcas expondo na Feira, a presença de países da Ásia e da África demonstrava que também estes continentes estavam representados em Gramado. O tema do Congresso era particularmente interessante: “Começa a era do turismo espacial e dos negócios turísticos do futuro”, oportunidade em que uma empresa norte-americana que promove voos tripulados para o espaço apresentou seus serviços. Um exemplo do pensamento futurista que a feira apresentou desde a primeira edição.

2003

15 anos de FESTURIS

Na emblemática edição de 15 anos, o Festival do Turismo de Gramado foi pioneiro no setor na segmentação de feiras por nichos de mercado. A medida esteve alinhada com a proposta do Governo Federal na época. Ocorreria pela primeira vez o Salão de Ecoturismo e Turismo de Aventura. Com isso, os profissionais desta área do setor dirigiam-se diretamente ao segmento de seu interesse, otimizando seu tempo de visita para fazer negócios. Números do crescimento do evento: 1.700 marcas expostas, público visitante atinge a marca de 10.000 profissionais.

2008

2 décadas de história

Completando duas décadas, o Festival do Turismo já estava definitivamente inserido no circuito dos grandes eventos latino-americanos de negócios turísticos, fato comprovado pela presença das maiores operadoras nacionais e diversas do Exterior. As marcas expostas chegaram a 1.900, o público visitante ultrapassou os 11 mil. Sucesso desde o lançamento, em 2006, as Rodadas de Negócios Sebrae voltaram a acontecer com sucesso. Surgia o Salão de Turismo Cultural. A cobertura da imprensa especializada, inclusive com jornalistas do Exterior (importante caravana de Portugal veio já em 2005), foi expressiva com avinda de mais de 200 profissionais. No saguão de entrada do Serra Park,era exposta pela primeira vez a Galeria dos Homenageados com o troféu Amigos do Festival. A presença de autoridades no Festival também atestava sua importância, com os governadores do Rio Grande do Sul, os ministros do Turismo e deputados estaduais e federais já frequentando o evento.

2010

Destinos em destaque

O Festival do Turismo segue sua trajetória de crescimento, agora absorvendo o golpe da perda de uma de suas idealizadoras, Silvia Zorzanello, falecida em 17 de julho de 2010. Eduardo, filho de Silvia e Marcus Vinicius, filho de Marta Rossi, passam a integrar a direção da empresa. Os números da 22ª edição apontaram: 2.200 marcas em exposição; 13.000 visitantes profissionais; 17.000 m2 de área construída;250 jornalistas credenciados. Destinos em Destaque é o nome de outra área segmentada, inaugurada em 2010, ocupando mais um pavilhão do Serra Park.

2011

FESTURIS

O Festival do Turismo de Gramado simplifica seu nome e passa a se chamar de FESTURIS, facilitando a identificação do evento junto ao mercado internacional, que tinha dificuldade com a antiga nomenclatura.

2013

Sustentabilidade em destaque

O Festival completa 25 anos de crescimento constante e planejado. Com mais de 2.500 marcas, expostas em 400 estandes, a Feira apresentou um novo segmento: o Salão de Sustentabilidade e Turismo Verde. A repercussão internacional do evento se nota também no aumento da Área Internacional: agora são mais de 40 destinos de além-fronteiras.

2014

Potencializando negócios

O setor de Reuniões, Incentivos, Conferências e Exposições, mais conhecido pela sigla MICE, passa a merecer uma maior atenção e um Salão especial no Festival do Turismo, em parceria com a Associação Brasileira de Empresas de Eventos – ABEOC, devido à sua grande importância. A 26ª edição também lançaria o Salão de Parques e Entretenimento e o Buyers Club, uma nova ferramenta para potencializar o fluxo de negócios, aproximando profissionais do trade e expositores,que passaram a agendar reuniões dentro da feira com antecedência. As salas de capacitações e de workshops, no recinto da Feira, são cada vez mais procuradas pelo público visitante.

2016

"Feira mais acessível do país"

Mantendo seu sucesso, o FESTURIS lançou o Espaço Luxury para promover encontros entre empresas e compradores deste nicho que atende um público diferenciado, imune a crises econômicas. Orgulhosa por receber o selo de Feira Mais Acessível do País, a organização do evento promoveu a vinda de mais de 200 Hosted Buyers, de diversos países. Também nesta 28ª edição foi dado início ao projeto Embaixador FESTURIS, uma parceria com promotores de turismo gaúchos para auxiliar na divulgação do evento entre os profissionais do trade.

2018

Contemplando 30 anos

Trinta anos da feira de negócios que gera os resultados mais efetivos para o trade turístico brasileiro. Três décadas de crescimento que colocaram o FESTURIS no mesmo patamar das grandes feiras mundiais de negócios para o setor. As novidades foram muitas, a começar pelo Congresso: desde o início realizado em diferentes lugares de Gramado como o Hotel Serra Azul, o Centro Municipal de Cultura, o Wish Serrano Resort e o Palácio dos Festivais, em 2018 passou a ser o Meeting Festuris, em formato mais moderno, no Hotel Gramado Master e direcionado para 500 profissionais. Novamente o Espaço Luxury foi ampliado e surgiram áreas de conteúdo no Espaço LGBT e no Espaço Tech & Corporativo. Criou-se os Espaços Boutique e Viagem pela Cultura e Costumes. Os números: a Feira ocupou uma área de 24.000 m2; expôs 2.500 marcas; recebeu 15 mil participantes e repetiu a marca de 65 destinos internacionais. Gerou R$300 milhões em negócios. Compareceram 450 jornalistas e influenciadores e aconteceram 250 palestras e workshops.

2019

Espaço Wedding

Inicia um novo ciclo do FESTURIS, apostando ainda mais nas tendências que o mercado turístico apresenta. Entre as novidades estão o lançamento do Espaço Wedding, segmento especializado em casamentos e luas de mel, e o Espaço Termalismo e Bem-estar, percebendo o aumento da preocupação das pessoas em questões relacionadas à saúde e aos benefícios das águas termais. Para lançar um novo segmento, a feira sempre acompanha as características mais latentes no turismo do sul do país. Gramado consolidou como o terceiro principal destino de casamentos, o que contribuiu para a criação do Wedding. Já o Termalismo há anos vem se destacando no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Neste ano também será lançado o novo APP FESTURIS, otimizando o tempo dos participantes e potencializando a geração de negócios. Atendendo apedidos de profissionais na última edição, a feira abrirá uma hora mais cedo e contará com uma versão pocket do Festival da Gastronomia de Gramado. Investindo no conteúdo desde as primeiras edições, o Meeting FESTURIS apresenta novo layout e palestras com nomes de destaque do mercado turístico.