Vietnã, Camboja, Laos e Mianmar aumentam representação asiática no FESTURIS

A Feira Internacional de Turismo de Gramado (FESTURIS)continua investindo fortemente na captação de destinos internacionais. Vietnã, Camboja, Laos e Mianmar estão entre as novidades desta edição, ampliando a participação asiática no evento. As belezas naturais, o legado histórico e cultural dos quatro países serão apresentados pela Images Travel, que pretende expandir seus negócios no Brasil e na América Latina.

"Será nossa primeira vez no Brasil e acreditamos que participar do Festuris é a melhor maneira de descobrir o mercado brasileiro e promover nossa marca no país. O mercado está em rápida expansão no Vietnã, Camboja, Laos e Mianmar. Porém, notamos que a maioria das agências trabalha com grandes operadoras de turismo, que não podem oferecer serviços flexíveis e personalizados. Esperamos cobrir essa demanda", projeta o CEO da Images Travel, Timo Bry.

Em 2018, Vietnã recebeu 15,4 milhões de visitantes, aumento de 20% em relação ao ano anterior. Camboja e Laos também vêm ampliando seu potencial como destino, recebendo 6,2 mi e 3,8 mi de visitantes no ano passado, respectivamente. Hoje, o Turismo representa importante fatia do PIB nacional destes países.

CONHEÇA MAIS SOBRE CADA PAÍS:

Vietnã é famoso por sua cultura, beleza de seu legado histórico e por seus inúmeros sítios naturais. Cada região e cidade no Vietnã são únicas e irão certamente criar uma escolha diversificada de itinerários que irão surpreendê-lo em cada esquina. No norte, conheça as minorias étnicas locais que vivem nas montanhas, entre o impressionante planalto de arroz ou a famosa Baía de Halong, com sua incrível paisagem de pedra calcária. Hanói, a capital do milênio, é influenciada pelas culturas francesa e chinesa. No Centro, uma parada por Hue é essencial para ver a antiga capital imperialista do Vietnã e seu charme místico. Hoi An, é uma pacata cidadezinha ao longo do mar e possui uma fascinante vila antiga. No sul, você pode encontrar a cidade de Ho Chi Minh, a capital econômica, conhecida como a cidade que nunca dorme.

Camboja sempre foi destinado a grandes acontecimentos. Anualmente, o país atrai milhões de visitantes que procuram descobrir a cultura e os segredos do poderoso império Khmer de Angkor. No noroeste você pode encontrar Siem Reap, a cidade mais próxima do complexo do templo de Angkor, um sítio arqueológico, agora símbolo do país e marca da grandeza da civilização Khmer. No sul, situa-se Phnom Penh a capital, com sua arquitetura francesa e khmer. Lá você encontrará o Palácio Real e seus numerosos locais culturais que cercam a área.

Laos é o país mais pacífico do Sudeste Asiático, onde o próprio tempo parece ter paradas, um país que conseguiu manter sua autenticidade e identidade. Nas paisagens luxuosas do norte está Luang Prabang, uma pequena e tranquila cidade às margens do rio de Mekong. Este lugar é o marco do budismo no país. Vientiane é sua capital e possui arquitetura francesa. No sul, a cidade de Pakse foi fundada pelos franceses em 1905, tendo como atrativos o Planalto de Bolaven e sua selva imponente, suas cachoeiras e os passeios de elefante. No extremo sul estão as 4 mil ilhas do rio Mekong.

Mianmar é um país entre o sul e o sudeste da Ásia, influenciado por ambos os lados. As fronteiras foram abertas ao turista apenas recentemente, garantia de autenticidade. No centro tem sua capital econômica, Mandalay e seus numerosos locais culturais. No Lago Inle os pescadores usam técnicas tradicionais. Bagan e sua floresta de templos, impressionante sítio arqueológico. No sul, Yangon é a maior cidade do país, com sua arquitetura colonial.